Eurogamer.pt

Estreia muito fraca de LawBreakers não preocupa Cliffy B.

Diz que é uma maratona e não um sprint.

Segundo avançado pelo PCGamen, LawBreakers, o novo jogo da Boss Key Studio de Cliff Bleszinski, o criador de Gears of War, registou um pior arranque do que o de Battleborn da Gearbox Software em Maio de 2016.

LawBreakers não conseguiu estrear entre os 100 jogos mais vendidos do Steam e sofreu uma redução de 60% no número de jogadores em relação à BETA. Os números indicam ainda que o máximo de jogadores ao mesmo tempo em LawBreakers foi de 3,000 jogadores. Em comparação, Battleborn conseguiu 12,000 e mesmo assim foi encarado como um falhanço.

Os números parecem piorar a cada dia que passa e a questão será o nível de apoio que LawBreakers receberá a médio e longo prazo. Para muitos, será uma clara indicação que precisa mudar para free to play.

Cliff Bleszinski diz que não está preocupado com esses números e que isto é uma maratona, não um sprint. Com o passar da palavra, LawBreakers conseguirá conquistar mais jogadores.

Em conversa com o Eurogamer em Inglaterra, Bleszinski disse que prefere um arranque lento que depois começa a crescer, do que uma grande entrada seguida de uma morte rápida.

"É uma daquelas coisas. Não temos o tradicional AAA. Estamos a percorrer um espaço novo, tal como Hellblade, no que pode ser chamado de AA, por falta de melhor termo. Aquela sensação de algo épico, para ser franco, vem da publicidade das companhias viciadas nas suas receitas na Wall Street, e funciona para muitas delas - as tuas Activisions e EAs - mas estamos a forjar um novo modelo."

Publicidade

Comentários (29)

Criar uma nova conta

OU