Eurogamer.pt

Impact Winter - Análise

Não aquece.

O mundo de Impact Winter está todo coberto de neve.

Impact Winter é um jogo de sobrevivência com um conceito interessante, mas limitado pela execução.

Impact Winter é um daqueles jogos com conceitos agradáveis, mas que ultimamente falham em atingir o seu potencial. Desenvolvido pela Mojo Bones numa parceria com a Bandai Namco, Impact Winter é um jogo de sobrevivência na neve em que o objectivo é ficar vivo durante 30 dias. É este o período que a equipa de resgate vai demorar a chegar e, portanto, até lá terão que se manter vivos. Com temperaturas negativas constantes, é essencial que se mantenham quentes. Se ficássemos em frente à fogueira todo o dia não seria difícil, mas temos que abandonar o nosso refúgio, situado numa igreja, para procurar mantimentos e manter o resto dos sobreviventes vivos.

Ao princípio parece injusto. Quer dizer, os restantes sobreviventes ficam alapados todo o dia enquanto nós vamos lá para fora rapar frio e encontrar comida e lenha para manter a fogueira acesa? É basicamente isso que acontece, mas em troca, cada sobrevivente pode fazer crafting de diferentes utensílios. Se encontrarem os materiais certos, podem construir uma porta de madeira para ajudar a reter o calor dentro da igreja, uma fornalha para aproveitar melhor os materiais inflamáveis e mais espaço para poderem transportar uma maior quantidade mantimentos.

O início é complicado e demasiado brusco. Não há qualquer introdução. Simplesmente acordámos na Igreja sem perceber como fomos ali parar e sem qualquer familiarização com a personagem que controlámos. Mais tarde descobrimos, através de textos entre os ecrãs de carregamento, que um asteróide caiu na terra e teve um impacto tão grande que alterou o clima, reduzindo drasticamente as temperaturas. Portanto, já devem ter percebido que Impact Winter não tem uma história marcante, pelo menos, não é contada dessa forma, o que é uma pena.

Embora seja possível falar com os restantes sobreviventes e aceitar (ou não) alguns pedidos especiais, na realidade nunca nos importámos com eles. Nunca os vimos mais do que bocas para alimentar, uma obrigação que o jogo nos coloca para atrasar o nosso progresso e nos obrigar a voltar à igreja para manter a fogueira acesa. Sim, os sobreviventes são tão incapazes e dependentes de nós que não sabem colocar lenha na fogueira caso seja preciso, preferem passar frio e esperar por nós.

"Os sobreviventes são tão incapazes e dependentes de nós que não sabem colocar lenha na fogueira caso seja preciso"

Como um jogo de sobrevivência, Impact Winter requer gestão dos recursos. Cada sobrevivente, inclusive a personagem que controlámos, precisar de comer, de ser hidratada e também de continuar de bom humor. Os recursos que têm inicialmente são limitados, portanto, se querem sobreviver aos 30 dias até ao resgate, terão que se aventurar lá fora, num mundo completamente coberto por neve. Há certas acções que reduzem o tempo de esperar até ao resgate, como por exemplo, activar as torres de rádio, que por sua vez requerem que encontrem baterias específicas enquanto exploram.

As vossas acções também contribuem com experiência para subir de nível, o que é necessário para desbloquear novas classes. Cada classe tem um ponto positivo e outro negativo, portanto, a escolha depende da forma como cada um joga. Devido ao espaço limitado no inventário, pelo menos no início, terão que decidir o que é prioridade para levarem de volta para igreja. Será materiais para a fogueira? Comida? Materiais para crafting? Por vezes é difícil decidir. Uma ferramenta útil que o jogo nos dá é marcar os materiais necessários para construir alguma coisa, o que dá jeito, visto que existe uma grande variedade de coisas que podemos apanhar.

Os pontos de interesse que encontrámos ficam assinalados no mapa, pelo que quando mais explorarem, mais noção ganham da área em redor. Existem muitos locais para explorar, mas também alguns perigos, como lobos selvagens que vos atacam caso se aproximem. O tempo no jogo passa mais rápido do que na realidade, pelo que temos que estar constantemente atentos às necessidades das personagens. Felizmente, o jogo avisa-nos quanto determinado parâmetro está muito baixo. Também é possível acampar fora da igreja, mas é complicado devido ao frio. Se não tiverem uma fogueira, a temperatura da personagem vai começar a cair, mesmo até enquanto dormem.

"No entanto, a falta de história, de personagens interessantes e de actividades mais variadas tornam Impact Winter num jogo manco"

Na sua grande maioria, Impact Winter é um jogo de grinding. Sair da Igreja, descobrir novos locais e apanhar recursos, para depois voltar novamente à Igreja e sustentar os sobreviventes torna-se numa rotina que perde rapidamente o apelo. Esta rotina mantém-se idêntica até passaram os 30 dias para o resgate. Gostámos do mundo que o estúdio construí. Quando saímos cá para fora, ficámos realmente perdidos com a imensidão do branco. No entanto, a falta de história, de personagens interessantes e de actividades mais variadas tornam Impact Winter num jogo manco.

Em adição a isto, a única versão existente (Steam) tem problemas. Não há suporte para rato, o que é lamentável num jogo para PC, e existem vários erros. Dei por mim a ficar preso em vários locais. Por vezes conseguia sair, outras vezes não. A solução para sair é reiniciar o jogo, mas como não existe gravação manual, nunca sabemos quanto progresso é que vamos perder. Como foi referido no início, o conceito de Impact Winter é agradável, mas fica muito aquém do potencial.

Publicidade

Comentários (2)

Criar uma nova conta

OU