Eurogamer.pt

Football Manager 2015 - Análise

Tu és o novo special one.

O outono já preencheu todos os cantos do país e com ele chega a mais atual versão daquele que é o melhor simulador de treinador do mercado, o Football Manager. Vivemos num país que respira futebol por todos os lados e não será novidade para ninguém que o Football Manager 2015 é um dos jogos mais esperados por muitos portugueses neste final de ano. Tal como nos anos anteriores, esta versão vem com todas as atualizações do mercado e com mais algumas novidades que facilitam a interação dos treinadores com a sua equipa. O Football Manager 2015 chega às lojas já no próximo dia 7 de Novembro e já conquistou um lugar cativo aqui na redação.

Com o frio a invadir as ruas, nada melhor do que vestir a pele de treinador e vibrar com as transferências e resultados, levando a nossa equipa ao patamar mais alto do futebol mundial. Contudo, antes de começar a lutar pelo primeiro lugar vamos saber quais os aspetos que sofreram alterações nesta nova versão do Football Manager.

1

Logo após inicializar o jogo, deparamo-nos com um design completamente diferente de todas as versões anteriores que facilita os novos treinadores na sua navegação, guiando o seu clube ao sucesso.

Muito antes do apito inicial, temos a oportunidade de escolher o nosso tipo de treinador selecionando umas das duas opções que nos são dispostas. Podemos pôr-nos na pele de um treinador que passa a vida no campo de treinos ou, pelo contrário, optar por sermos um treinador mais tático que tem mais em conta a psicologia do jogo. Tendo escolhido a primeira opção, será mais fácil desenvolver as capacidades físicas dos jogadores nos respetivos treinos. Já a segunda opção permite-nos ter uma visão mais tática sobre todo o jogo e facilita as negociações por um determinado jogador. Cada uma destas escolhas terá implicações na nossa carreira e os seus atributos poderão ser evoluídos.

Mais sobre Football Manager 2015

Agora os jogos terão um ar ainda mais realístico. A visualização do jogo foi melhorada em vários sentidos, desde as variações do tempo até aos mais pequenos pormenores dos jogadores. Neste novo Football Manager foram adicionadas cerca de 2.000 novas animações, sendo que agora podemos experienciar as mais diversificadas celebrações de golo e sentir toda a dor e tristeza do jogador, quando este recebe um cartão vermelho, só de olhar para a sua cara. Os estádios em si, também foram melhorados ao máximo. Apesar do próprio Miles Jacobson afirmar que apesar do novo matchview não ser revolucionário, irá ser um grande passo para atingir o mais alto nível.

A procura dos jogadores é, agora, tão fácil como uma simples busca na internet. Com o novo interface do jogo, existe literalmente um browser dentro do nosso jogo, com a sua barra de pesquisa no seu lugar habitual, na parte de cima do ecrã, e basta começarmos a escrever para as mais diversas sugestões aparecerem. Também a cooperação com os olheiros foi desenvolvida ao máximo em prol dos treinadores, tendo agora a opção de seguir jogadores a longo prazo e encontrar rapidamente soluções no mercado para as saídas previstas.

Foram, também, adicionados funcionalidades mais engraçadas como por exemplo a lista de promessas na qual temos acesso a tudo aquilo que prometemos aos mais diversos membros do clube. Podemos, desta forma, melhorar o nosso relacionamente com toda a equipa, visto que a lista inclui até as promessas menos importantes que, geralmente, deixamos escapar. Agora já não há desculpa para não cumprirmos o que prometemos.

2

As entrevistas de emprego, uma funcionalidade pioneira que existe desde a versão anterior, tornaram-se mais inteligentes e diversificadas. A inteligência artificial do jogo foca-se, agora, tanto no passado como no presente do treinador, isto é, podemos ser questionados sobre as nossas experiências passadas, as razões que nos levam a abandonar um clube, entre outros. Estas entrevistas tornam-se mais detalhadas à medida que avançamos na nossa carreira.

Da mesma forma, também a imprensa sofreu um melhoramento. Existem agora dois diferentes tipos de jornalistas: aqueles que apenas estão interessados em ter um artigo que chame a atenção do público e outros que, por sua vez, estão mais interessados nas perguntas táticas do jogo. Nesta mais recente versão do jogo, podemos ser entrevistados no túnel minutos antes do apito inicial, para prever o jogo e dar uma opinião sobre o adversário. Também existe a possibilidade de um jornalista “invadir” o campo de treinos para tentar saber como estamos a preparar o próximo encontro. Podemos reparar, também, que a imprensa está muito atenta, analisando todos os nossos jogos, assim sendo podemos esperar perguntas menos simpáticas antes de um jogo contra o nosso maior rival.

Para personalizarmos ainda mais o nosso próprio estilo de jogo, foram introduzidas novas posições que os jogadores podem ocupar no campo e novos PPMs (player preferred movements). Os pontas de lanças podem, agora, optar por permanecer dentro da grande área e esperar por uma oportunidade e os GR poderão enviar bolas longas, de imediato, para os contra-ataques.

Sem pensar duas vezes, podemos afirmar que esta versão do Football Manager é a mais pessoal das lançadas até hoje, que se adapta a qualquer estilo de treinador, tornando, na minha opinião, a jogabilidade mais fácil. Mesmo os pioneiros no mundo do Football Manager não terão qualquer dificuldade em se adaptar ao jogo com esta versão personalizável.

Enquanto muitos jogos duram semanas ou meses, sabemos que o Football Manager dura todo o ano (e por vezes mais), mas penso que esta versão irá "viciar" ainda mais os amantes deste simulador. Por isso se achavas que não conseguias viver sem o Football Manager 2014, prepara-te porque este ano vais "hibernar" antes de haver sinais do inverno.

9 / 10

Football Manager 2015 - Análise Vladyslav Reznikov Tu és o novo special one. 2014-11-03T09:33:00+00:00 9 10
Publicidade

Comentários (18)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!