Star Wars Pinball - 3DS - Análise

Numa galáxia portátil.

Versão testada: 3DS

Disponível para várias plataformas domésticas e mobile, chegou a vez da Nintendo 3DS receber uma versão das máquinas de Pinball dedicadas ao universo Star Wars. Não é a primeira vez, aliás, que a portátil da Nintendo acolhe produções dos Zen Studios, famosos por se dedicarem quase exclusivamente à produção de um género pouco convocado nos tempos recentes. Zen Pinball e Marvell Pinball são dois jogos que os fãs do género podem encontrar disponíveis na eShop da Nintendo 3DS. A questão é; pode Star Wars Pinball superar as anteriores produções e apresentar-se como a primeira escolha, isto pressupondo que sejam fãs do género e ainda não tenham adquirido algum dos jogos lançados.

aqui escrevemos como a versão para a Nintendo Wii U de Star Wars Pinball entrou para a lista das melhores experiências dentro do género. Apetrechado de três máquinas que captam diferentes momentos da série, replica com consistência e elevada apresentação visual as verdadeiras máquinas. Sabemos que o forte destas máquinas está no desafio em manter a bola sobre o tabuleiro inclinado e pleno de rampas a percorrer por uma determinada ordem, através de um imenso fulgor visual e cintilante. Nisso os Zen Studios têm sido mestres, como comprova a versão para a Wii U, um dos mais impressionantes jogos de Pinball.

1

Darth Vader entra em cena quando desafiado.

Ora, nesta adaptação à 3DS, começamos por constatar que o jogo é exactamente o mesmo, quer em conteúdo, quer em opções. No entanto, converter um jogo de dimensão consola doméstica para uma consola portátil claramente inferior, não se faz sem algum custo. E o que custa mais digerir nesta versão é precisamente o encolhimento das máquinas, associado à perda de definição (alta-definição no caso da versão Wii U), de modo a tornarem-se cabíveis no ecrã 3D da consola. Importa referir que testámos Star Wars Pinball numa Nintendo 3DS XL, de ecrã generoso e por isso mais facilitador em termos de apresentação do jogo. Pela experiência que tivemos com uma demonstração de Marvel Pinball para a 3DS normal, faz realmente diferença ter um ecrã mais alargado. Se o "encolhimento" e a perda de definição são os dados mais notórios nesta passagem do jogo para formato portátil, nem sempre é um problema a observação das mesas em tamanho mais reduzido.

Tal como na versão para a Wii U, uma pressão sobre o botão X é suficiente para mudar a perspectiva, até um máximo de 8. Desde aproximações à mesa seguindo de perto a bola, haverá quem encontre mais conforto e adaptação a uma outra perspectiva próxima, através da qual a definição da mesa é maior e melhor, embora sem o brilho que impressiona na Wii U. Uma das vantagens nesta conversão é precisamente a entrada para o ecrã 3D. Ao contrário de quem já se seduz pela Nintendo 2DS, mais económica e herdeira de um estilo retro GameBoy, continuo a preferir a profundidade alcançada pelo ecrã 3D, cujos efeitos não passam despercebidos sobre estas mesas, especialmente quando vamos progredindo em termos de missões.

2

O ecrã táctil raramente é utilizado, a não ser para confirmação de escolhas.

Só para terem uma ideia, as máquinas voadoras em The Empire Strikes Back beneficiam muito desse alcance, assim como em Clone Wars ou Boba Fett, a partir do momento que progridem nos objectivos e encetam negociações. Tal como na versão Wii U, todos esses momentos estão disponíveis, e beneficiam de uma apresentação tridimensional única e mais confortável, especialmente para quem joga sempre com o efeito 3D no máximo. Claro que a definição é menor e os efeitos de iluminação deixam muito a desejar. Os efeitos sonoros e a música também perdem relevância. No entanto, a jogabilidade permanece sólida e desafiante, sobretudo porque as três máquinas oferecem diferentes objectivos, construções e requerem diferentes graus de perícia.

O toque dos flippers é operado através dos botões R e L, cuja resposta é rápida e bastante aceitável, mesmo nalguns momentos de tensão quando a bola transita a grande velocidade e fora de controlo. No entanto, o desafio está lá, exigindo bastante perícia e um sentido de grande oportunidade por parte do jogador. A pontuação máxima é sempre o primeiro objectivo. Voltam a poder escolher o lado da Força, contribuindo com a vossa pontuação no final do nível, para um dos lados. Em termos de opções para vários jogadores, o modo hot seat, em que jogam à vez, ganha validade, enquanto que as tabelas de classificação são a única opção em termos de ligação à rede.

Posto isto, Star Wars Pinball é uma das referências em termos do género para a Nintendo 3DS. Apesar de ser uma versão inferior por comparação com a Wii U, oferece 3 mesas únicas, desafiantes e bem representativas do universo Star Wars, o que é mais do que suficiente para proporcionar umas boas horas de jogo, especialmente se quiserem chegar ao fim das missões de cada uma das mesas. Nem a perda de qualidade nesta conversão afecta a jogabilidade, que se mantém minimamente segura e desafiante. Se são fãs do género, a versão Wii U é a que recomendamos, mas se não encontram como a jogar e pretendem um desafio portátil, talvez Star Wars Pinball seja a melhor opção.

7 / 10

Lê o nosso Sistema de Pontuação Star Wars Pinball - 3DS - Análise Vítor Alexandre Numa galáxia portátil. 2013-11-07T12:12:00+00:00 7 10

Comentários

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!