New Super Luigi U - Análise

O Mario foi de férias e Luigi é quem fica como grande protagonista.

Versão testada: Wii U

Nos tempos mais recentes tem vindo a lume o argumento segundo o qual os jogos de plataformas ficaram mais fáceis. Nalguns jogos isso é veradade. É um facto que na actual e anterior geração de consolas, precisamente nos jogos da série New Super Mario Bros, a introdução de ajudas e outras opções que permitem aos jogadores menos aplicados, completarem um nível, é quase visto como um sacrilégio por quem jogou e acabou os clássicos, os mais difíceis jogos de plataformas. É certo que se trata de opcionais, e só liga a ajuda quem quer, mas só por existirem opções que permitem a alguém, sem grande esforço, completar o jogo, é irrecusável a ideia de que os jogos estão a ficar mais fáceis.

Pelo menos com New Super Luigi U, o primeiro (e último) DLC do jogo New Super Mario Bros U, lançado no final do ano passado, aquando o lançamento da Nintendo Wii U, a Nintendo envia uma mensagem aos fãs da velha guarda; que se atrevam a completar este conteúdo e a encontrar todas as medalhas secretas. Percebe-se, de resto, a lógica da tendência para facilitar no grau de dificuldade. As produtoras não querem formar jogadores hardcore, ou campeões das speed runs. Como qualquer empresa instalada num mercado comercial, onde a concorrência abunda e chega dos mais diversos segmentos, quanto maior for a audiência, mais proveitos financeiros terá. Logo, não quer deixar ninguém de fora, nem os menos experimentados.

Todavia, New Super Luigi U é um jogo que recupera a dificuldade dos jogos clássicos - boas notícias fãs hardcore! Enverga a mesma estrutura de New Super Mario Bros U, já que é um DLC constituído unicamente por uma campanha reformulada, mas todos os seus níveis são novos desafios, como se fossem um tempo extra ou uma segunda-mão encurtada do primeiro jogo. A existência do mesmo mapa mundo, a mesma sequência de abertura, quando Bowser interrompe o almoço em família no castelo da princesa e atira Mario e Luigi para os confins do mundo, confirmam a mesma história, o que deixa na mesma o mapa mundo. Mas como qualquer jogo de plataformas de estrutura clássica em 2D, o importante está nos desafios dentro de cada nível. E ainda que os produtores tenham reaproveitado os elementos dos níveis anteriores, nem sequer podemos falar de níveis remixados. O design, tipologia das plataformas e mecanismos é totalmente novo. Só permanecem os fundos e os adversários.

New Super Luigi U - Trailer E3

Outra diferença, aplicável em todos os níveis, é a redução do tempo disponível. Agora, o relógio entra em contagem decrescente a partir dos 100 segundos, sem prejuízo dos incrementos de tempo que podem ser obtidos em momentos específicos. No entanto, esta redução de tempo não se faz sem mais nenhum prejuízo. Como que em troca pelos 82 novos níveis, que é um número muito bom para um jogo enxertado no original, os produtores tornaram os níveis mais pequenos, sem ponto de checkpoint. Do momento da partida até à bandeirada final, o espaço a percorrer, por vezes, é quase metade dos níveis em New Super Mario Bros U. Isto torna-se um pouco desapontante, justamente por iludir um pouco o potencial de quase uma centena de novos níveis. Compreende-se assim, a decisão da equipa de produção em alargar a dificuldade, de outro modo, este jogo-acrescento seria uma grande corrida até à luta final contra Bowser. Outra importante alteração diz respeito ao tratamento dos movimentos de Luigi. Diferente de Mario, consegue ganhar mais impulsão, o que lhe permite saltar até pontos mais elevados. O que lhe falta em barriga e peso, ganha em propulsão e ainda consegue ficar mais umas décimas de segundo antes de entrar em queda abrupta. Manobrar Luigi não traz só vantagens, também chega com desequilíbrios conhecidos, precisamente a menor tracção, e que implica que escorregue e tenha mais dificuldade para travar a tempo de evitar uma queda. Em suma, são modificações que vêm acrescentar vantagens, mas também alguns perigos.

Mais sobre New Super Luigi U

E se acrescentarmos o incremento da dificuldade, teremos verdadeiros testes à paciência. Com New Super Luigi U fica ultrapassada, logo a partir do nível de abertura, a ideia de que chegar à meta são favas contadas. Os produtores alinharam as plataformas e os adversários de tal forma, que passar de um ponto ao outro exige atenção, boa perícia e paciência. Além disso, descobrir as três moedas estrela escondidas é algo que vai obrigar a suar e a pensar em vários cenários e terá muito mais graça, contribuindo para uma óptima sensação de realização se não recorrerem ao YouTube. Mas o melhor desta expansão é que a alteração do design dos níveis e combinação de novas plataformas, permitiu aos produtores injectarem mais brilho e novos momentos memoráveis que não foram exibidos no jogo anterior. Num dos níveis vão encontrar um Luigi gigante em forma de blocos. No mundo Frosted Glacier, há mais estrelas cadentes, contribuindo para uma redefinição gráfica, que mesmo não sendo diferente em background dos níveis originais, projecta mais alguma frescura. O maior fluxo de inimigos também cria uma animação muito convincente e segura, bem do alto dos seus 60 frames por segundo.

Em termos de modo para vários jogadores, mantém-se a mesma estrutura do New Super Mario Bros U, na qual os jogadores podem seleccionar o Luigi, dois Toads, o Coelharápio e o Mii. Disponíveis para o modo multi player, podem também ser utilizados no single player desde que sejam certos objectivos no modo individual. O Coelharápio, o ladino e coelho gatuno que furta os items das casas dos Toads encontra-se jogável no modo single e multi player, destacando-se por não sofrer quaisquer danos no contacto com os inimigos, o que, à partida, o deixa num estado de quase invencibilidade. Contudo, não pode usar items de transformação e os seus poderes ficam enfraquecidos, em estado de vulnerabilidade, se cair no abismo ou for esmagado.

New Super Luigi U não proporciona outros modos de jogo, nem desafios complementares como podem encontrar na versão Super Mario, o que limita o conteúdo do jogo. Todavia e enquanto expansão, os 82 níveis proporcionam bastantes horas de divertimento em plataformas, com um grau de dificuldade maior e também com mais alguma engenharia na organização das estruturas que Luigi, a figura central da expansão, terá que ultrapassar. Se optarem por descarregar o jogo da eShop terão de ter na consola o disco ou ficheiro de jogo do New Super Mario Bros U. Se optarem pela versão a retalho, aguardem até ao final do mês.

8 / 10

Lê o nosso Sistema de Pontuação New Super Luigi U - Análise Vítor Alexandre O Mario foi de férias e Luigi é quem fica como grande protagonista. 2013-07-06T12:21:00+01:00 8 10

Comentários (22)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!