Eurogamer.pt

Jogador não morreu a jogar Diablo III durante 72 horas

Website pede desculpa à família pelo mal entendido.

Durante a semana passada diversos websites noticiaram a morte de um jogador de 32 anos, de nome Russel Shirley, onde era alegado que tinha morrido a jogar Diablo III após 72 horas de jogo seguido.

Mas parece que a notícia não é verdadeira, pelo menos na sua totalidade.

O website que lançou a notícia informa e pede desculpa aos seus leitores e familiares de Russel Shirley, por terem escrito uma notícia tendo por base informações de um blogue, tendo sido verificado que eram falsas.

Entretanto o blogue já foi fechado, e de acordo com novas informações Russel Shirley faleceu realmente, mas nunca esteve numa maratona de 72 horas a jogar Diablo III.

Em novas declarações de amigos próximos (que também carecem de confirmação) referem que o jogador já tinha problemas de saúde e não era viciado em Diablo III.

O website onde foi lançada a notícia não revela também quais as razões da morte de Russel.

Se esta era uma notícia para culpar os videojogos pela morte de um jogador, não há mais nada a discutir.

Publicidade

Comentários (33)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!