UFC Undisputed 3 - Análise

Melhor, mas não o suficiente para um Knockout.

O primeiro UFC lançado em 2009, foi uma surpressa incrível e uma aquisição obrigatória para qualquer fã das Mixed Martial Arts. UFC Undisputed 2010 continuou o seu legado tornando a experiência mais sólida e robusta. O que esperar de UFC Undisputed 3? Nada menos que o melhor jogo de Mixed Martial Arts produzido até agora e é precisamente esta premissa que a THQ tem utilizado para promovê-lo.

Para assegurar a qualidade e novidades relevantes, a série UFC falhou o ano de 2011 aumentado o tempo de produção. O resultado são novidades como mais de 150 lutadores espalhados por cinco divisões de peso, o modo Pride e um motor de jogo e jogabilidade melhorado.

Mais de 150 lutadores estão presentes em UFC Undisputed 3. Qual é o vosso favorito?

Este é de facto o melhor título da série feito até agora. A Yuke's finalmente deu-se ao trabalho de adicionar todos os pormenores que os fãs têm vindo a pedir tornando o jogo idêntico a este espetáculo das Mixed Martial Arts. Todos os lutadores têm uma entrada para o ringue octogonal acompanhada pela respetiva música e as novas divisões de peso Bantamweight e Featherweight acrescentam lutadores que não estavam presentes.

Isto são apenas pormenores de pequena importância. As maiores novidades estão dentro do ringue octogonal enquanto jogamos. A jogabilidade foi aprimorada ao máximo para ser possível recriar qualquer dos movimentos e técnicas das Mixed Martial Arts. Coisas simples como esquivar dos socos do oponente enquanto estamos no tapete desprotegidos foram acrescentadas, bem como um novo sistema de submissão e novas formas de vencer por TKO como pernas partidas (finalmente aqueles pontapés nas pernas servem para alguma coisa).

Nas redes e cantos do octógono o combate está refinado, estejam de pé ou sentados, e é possível utilizar estas partes do ringue para nossa vantagem para como para preparar uma manobra de submissão ou desgastar o adversário com socos, joelhadas ou pontapés. Se estiverem à defesa, necessitam de dominar bem o sistema de clinch para impedirem o adversário de chegar a uma posição vantajosa e tirar partido dela. Se isto parece demasiado complicado para vocês, felizmente existe um modo tutorial.

UFC Undisputed 3 é um jogo amigável para jogadores que se queiram iniciar na série. A jogabilidade é de uma complexidade enorme, mas o extenso modo tutorial ensinar-vos-á tudo aquilo que necessitam de saber, desde as técnicas mais básicas até às mais complexas. As transições de posições no combate no chão podem ser simplificadas, se acharem que os quartos de círculo que têm que executar no analógico são demasiado difíceis.

Se procuram uma experiência desafiante e realista, estejam descansados. Apesar de UFC Undisputed 3 estar mais amigável para novos jogadores, continuam a ser capaz de vos dar um enxerto de porrada se optarem pelas dificuldades mais elevadas, em que apenas um erro pode custar-vos o combate.

O novo sistema de submissão torna muito mais fácil perceber quando um lutador está prestes a desistir e menos intimidante de usar. Nos UFC anteriores uma submissão era ganhar ao rodar rapidamente os analógicos, mas era difícil perceber em que ponto estávamos. Antes era raro usar o sistema de submissão assim como alcançar uma vitória desta forma, mas em UFC Undisputed 3 tive todo o gosto em usar a submissão para ganhar combates, dado a sua acessibilidade.

Cerrone vs Henderson. Neste combate poderão ver o novo sistema de submissão juntamente com outras melhorias na jogabilidade.

A utilização da captura de movimentos beneficiou substancialmente. A movimentação, socos e pontapés dos lutadores têm um aspecto mais natural e menos robótico, uma falha que ainda afetava Undisputed 2010. A jogabilidade está mais rápida aproximando o jogo da velocidade incrível que os combates na vida real conseguem alcançar. No entanto, se definirem a stamina para realista, quando cansado o lutador pode ficar demasiado lento, quase não conseguindo andar e dando socos em câmera lenta.

Tudo está diferente, mas ao mesmo tempo tudo está igual. Isto é, se estão familiarizados com os anteriores UFC, não terão qualquer dificuldade em adaptar-se. Notarão contudo, que a jogabilidade está consideravelmente melhor, e tendo em mente que UFC Undisputed 2010 estava já bem apurado neste aspecto, é difícil pensar que poderá ficar muito melhor do que isto num próximo jogo, pelo menos nesta geração de consolas.

Comentários (7)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!