Super StarDust Delta - Análise

O melhor dos dual-stick shooters.

Versão testada: PlayStation Vita

O género dos dual-stick shooters é bem fascinante. É algo simples e direto, um analógico controla o movimento da nave, ou seja lá aquilo que controlamos, enquanto o outro analógico serve para disparar as armas ao nosso dispor. É tão simples quanto isto. Quando feitos em condições, os jogos do género conseguem ter tanto de intuitivo quanto de fascinante. O equilíbrio estabelecido entre o desafio colocado perante o jogador com um esquema de controlar bastante acessível é mais do que fascinante, é envolvente e pode ser bastante aditivo. O género é assim mesmo por natureza, tem tais bases e regras que lhe são bastante benéficas. Aliando a isto a facilidade recentemente demonstrada em o transportar para qualquer sistema, temos aqui reunidas ótimas condições para que, pelo menos dentro de nichos, possa triunfar.

As raízes do género remontam muito mais tarde é certo, mas desde que tomei contacto com Geometry Wars em 2005 que fiquei completamente fã do género e da série em particular, cuja enorme qualidade originou todo um revivalismo e gerou numerosas inspirações e até cópias descaradas. O espantoso trabalho da saudosa Bizarre Creations trouxe ao género uma merecida visibilidade fazendo com que o género conquistasse popularidade e em 2007 chegou uma outra proposta de peso: Super StarDust HD. Oferecendo na PlayStation 3 o que os adeptos do género há muito tinham na Xbox 360, a Housemarque recuperou a sua própria série iniciada em 1993, oferecendo nova sensação.

Desde então Super StarDust tentou usufruir da popularidade que o género conquistou entre os formatos portáteis e móveis, especialmente no mundo dos iOS com os esquemas de controle por toque, ao chegar à PSP onde não conseguiu recriar impacto similar. Agora, cerca de 4 anos depois da primeira versão Portable, temos a versão Super StarDust Delta na PlayStation Vita que pode muito bem ser considerada a melhor até hoje. É a fórmula clássica que nos conquistou no formato HD, com melhorias e ajustes na gameplay, assim como um interessante piscar de olhos às novas funcionalidades específicas da nova consola portátil da Sony.

Super StarDust Delta não se poupa com rodeios ou com menus vistosos, é como se já nos quisesse dizer que não está para brincadeiras. Aqui é a seriedade de um desafio envolto num esquema de controlo tão simples que é bom demais para se resistir e que se faz destacar. Não me adianta de nada tentar o modo Planetas, aqui entramos em planetas, os níveis de Super StarDust, em separado e não em sequência portanto tenho que partir para o modo Arcada para o poder fazer e pelo caminho desbloquear novos níveis.

"É a fórmula clássica que nos conquistou no formato HD com melhorias, ajustes e um interessante piscar de olhos às novas funcionalidades da Vita"

Antes de começar a jogar é-me feita a pergunta se quero optar pelo esquema de controlo Delta ou Puro e uma breve descrição mostra-nos o que ambos oferecem. Delta é a nova versão dos esquemas de controlo clássicos patrocinados pela Vita e o responsável pelo meu grande entusiasmo com o jogo, sendo o único esquema de controlo com que jogo, pois foi mesmo delícia à primeira vista. Em Delta temos tudo o que o esquema clássico, o Puro, nos deu e dá, mas com novas funcionalidades como o controlo por movimento e toque em assistência ao uso dos dois analógicos, novos tipos de armas especiais e ainda um movimento mais lento da câmara ao usar um boost de velocidade.

Acedendo ao primeiro de 5 Planetas, é chegada a hora de testar os controlos e conhecer o desafio que SSDD tem para oferecer e é tão bom que vai ser difícil de largar. Existem diferentes tipos de dificuldade para se adaptarem a cada jogador mas seja de que forma for, SSDD pretende desafiar e o ritmo ao longo dos vários níveis que compõem cada planeta tem uma dificuldade em crescendo. Os níveis são em forma de planeta e sem quaisquer barreiras a limitar e o nosso objetivo é sobreviver. Sim, isso é certo mas o que temos a fazer é disparar contra os asteroides que vão caindo no planeta e alguns inimigos que ousam colocar um entrave à nossa escalada para a melhor pontuação nas tabelas, que podem ser comparadas online.

Comentários (9)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!