Eurogamer.pt

WWE '12 - Análise

O mundo da WWE como nunca antes visto.

"Mais, Maior, Melhor". Este é o lema de WWE '12. É uma afirmação arrojada, principalmente levando em conta a edição do ano anterior, que já recriava o mundo da WWE de um forma como nunca antes vista. Mas temos que dar pelo menos o beneficio da dúvida, a Yukes tem conseguido melhorar o jogo de ano para ano e apresentado novidades que tornam o jogo fresco e cada vez mais apelativo para os fãs.

Um pormenor a reparar é o título: WWE '12. "Smackdown vs Raw", o título utilizado em todos os jogos desde 2005, foi finalmente posto de lado, e ainda bem. Nos últimos anos, o objetivo do jogo tem sido recriar fielmente o universo da WWE, e este novo nome vai mais de encontro a isso. Utilizar novamente "Smackdown vs Raw" já não faria sentido, embora sejam programas diferentes, já não há uma separação tão grande como antes, havendo uma fácil transição dos lutadores entre eles.

Jogabilidade melhorada e apurada

Mas vamos ao que interessa. Será WWE '12 realmente "Mais, Maior, Melhor"? Bem, comecemos por aquilo que o jogo tem de melhor. A jogabilidade na edição deste ano está mais apurada e afinada do que nunca. Nada foi deixado de fora, tendo sido aproveitadas algumas boas ideias usadas em anos anteriores. A fluidez é o que mais impressiona, os contra-ataques estão melhores e os combates mantêm um bom ritmo.

O desgaste dos lutadores nota-se bem com o decorrer do combate, os seus movimentos vão começando a ficar mais lentos e se as suas pernas estiverem exaustas, até mancam (é como se fosse um sistema de stamina passivo). Isto é possível graças ao novo sistema "Limb Targeting System", que permite ao jogador escolher causar danos em partes específicas do adversário (cabeça, braços e pernas). Para os lutadores que usam como finisher uma manobra de submissão, revela-se bastante útil.

De volta aos ringues.

A forma como se pode escapar a um pinfall também foi alterada. Já não é necessário carregar furiosamente nos botões para não perdermos o combate, um sistema que permite mais calma foi implementado. Quando o oponente fizer ao vosso lutador um pinfall, uma barra horizontal aparece no ecrã e perto do seu final verão uma área azul. Para escaparem ao pinfall, terão que carregar no X até atingirem essa mesma área. Quanto maior for o desgaste do lutador, menor será essa área.

A possibilidade de guardar os finishers está de volta. Depois de ganharem um finisher, não têm que se preocupar em utilizá-lo imediatamente. Podem guardá-lo para mais adiante. A única forma de o perderem, é se o oponente conseguir esquivar-se. Se tal acontecer, o oponente ganha automaticamente um finisher e poderá rapidamente inverter o sentido do combate, tal e qual como por vezes acontece nos combates de Wrestling da WWE.

Outra forma de dar a volta ao combate, são os "Dynamic Comebacks", que permitem que um lutador que esteja quase a perder execute uma série de movimentos e ganhe um finisher. Esta série de novidades, embora pareçam de importância menor, tornam os combates mais dinâmicos e emocionantes.

Tecnologia Predator melhora as colisões, mas...

A tecnologia Predator

Embora a Yuke's tenha feito um esforço para que o jogo tenha um melhor sistema de colisão, utilizando a tecnologia "Predator", a verdade é que ainda existem algumas falhas. Em WWE '12 ainda vemos títulos (cintos) a flutuar sobre os ombros dos lutadores, por vezes as cordas do ringue a atravessarem o seu corpo e quando dois lutadores tentam amarrar outro ao mesmo tempo, parece que batemos numa parede invisível. Há também coisas positivas, as cordas apresentam um movimento mais realista, mas que ainda se pode melhorar muito mais.

A nível visual os lutadores são sempre o elemento que mais atenção recebem. Os lutadores mais populares estão como sempre detalhados até ao mais ínfimo pormenor. Nos lutadores menos importantes, nota-se que houve algum desleixo, mas ainda têm um bom aspeto e são semelhantes aos de carne e osso.

O que desaponta é ver que os backstages receberam nenhuma ou pouca atenção da Yukes, o que é inadmissível tendo em conta que essa área é usada várias vezes no jogo (mais propriamente no modo Road to Wrestlemania). Já se viu bem melhor em iterações anteriores desta licença e na geração passada. Nessas iterações anteriores, as lutas nos backstages eram sempre divertidas, pois podíamos usar os objetos em redor de várias e engraçadas formas. Em WWE '12, apenas podemos lançar o adversário contra algumas caixas. É bastante aborrecido.

Publicidade

Comentários (12)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!