Eurogamer.pt

The Last Guardian vai ser imprevisível

Ueda fala sobre os cenários do jogo.

Num dos documentários dedicados a ICO e a Shadow of the Collosus incluídos na remasterização em alta definição dos jogos, são revelados mais detalhes de The Last Guardian.

Uma das novidades está nos cenários que, "Tanto quanto seja possível, o desenho dos níveis não deve parecer demasiado funcional ou racional. Tem que parecer uma parte natural da atmosfera do mundo, como se tivesse estado sempre ali," disse Fumito Ueda, criador do jogo.

"Obviamente que precisamos fazer um desenho dos níveis, mas não queremos que os jogadores percebam a intenção do desenhador... penso que atualmente é nisso que estamos a investir mais tempo. Ser imprevisível, dada a imprevisibilidade do jogo, é a chave para The Last Guardian. A inteligência artificial das personagens tende a situações imprevisíveis. Isso é algo intencional."

Em The Last Guardian controlamos um rapaz que encontra uma grande criatura, a qual deverá compreender e guiar por uma arquitetura muito semelhante à vista em jogos anteriores da Team ICO. O rapaz encontra-se indefeso perante os perigos, e vai precisar da ajuda da criatura para ultrapassar uma grande variedade de enigmas e desafios.

The Last Guardian - Novo trailer

Publicidade

Comentários (13)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!