Dead or Alive: Dimensions

Rever velhos conhecidos.

A chegada de Dead or Alive Dimensions à 3DS marca o regresso ao activo de uma série que esteve largos anos – talvez demasiados – encalhada, com meras aparições em consolas a passar por spin-offs de joguinhos focados naquilo que acaba por, curiosamente, ser o menos atractivo deste fighting espectacular - as maminhas saltitantes das salientes meninas DOA. Mas não me entendam mal, este estilo provocador que é desde sempre imagem de marca na série assenta-lhe que nem uma luva, apenas penso que este universo merece mais do que isso.

A chegada tardia de um novo capítulo da série justifica assim um recapitular de acontecimentos para todos aqueles que já se esqueceram que Dead or Alive é mais do que uma simples compilação de jogos de praia. Dimensions é isso mesmo, um olhar sob os 4 primeiros capítulos do universo DOA na forma daquilo que pode ser considerado uma edição definitiva da série. Conta com as personagens e cenários de sempre, bem como uma variedade de modos de jogo familiares ao estilo e ainda guarda espaço para aquilo que muitos procuram – as boobies.

Este recapitular de acontecimentos materializa-se assim no modo Chronicle, no qual poderão espreitar o passado da série ao logo dos vários capítulos apresentados. Existem 5 no total, com os primeiros 4 a fazerem referência aos respectivos jogos da série, e um quinto no qual é apresentado um enredo que dá destaque a episódios da vida da personagem Helena – líder da DOATEC. O que é interessante aqui é que, sem apresentar um modo história particular a cada personagem, este modo Chronicle consegue interligar as partes mais importantes do enredo principal de DOA numa só sequência de acontecimentos lineares.

Mais sobre Dead or Alive: Dimensions

Pelo meio poderão encontrar episódios da série desde o seu verdadeiro começo, com incidentes a representar de forma exímia momentos únicos da mesma, seja através de combates em determinados momentos, falas ou interacções entre personagens e cenários. Tal acontece com recurso a diversas sequências animadas apresentadas em 3 estilos diferentes. Um deles é o clássico CGI, que aparece aqui como clara alusão ao legado da série – a sua inclusão no modo chronicle deve-se ao facto de não existir uma estrutura assente no modelo de progressão individual de personagens. Capta assim momentos únicos da série. Os outros 2 são variações da utilização do motor de jogo para sequências animadas. Um deles, também característico à série, envolve personagens que comunicam com sincronização de lábios.

O outro é que parece ser uma novidade e não estou certo de que o uso do mesmo seja benéfico. Contudo, faz-me crer que a sua utilização tenha como base o aproveitamento das características da consola a nível do 3D. Apresenta, durante os diálogos, ângulos diversos das personagens e planos artísticos, estando as personagens imóveis e sem qualquer sincronização labial, enquanto as suas vozes se fazem ouvir. Se a intenção era conseguir dar visibilidade ao efeito 3D, devo dizer que não me aquece nem me arrefece. Preferia algo mais arcaico, por assim dizer.

Os combates em si acabam por ser o menos relevante neste modo, já que a dificuldade é relativamente baixa e não será muito complicado vencer qualquer combate à primeira tentativa. Na verdade, é claro o interesse em contar uma história, passando o combate quase para segundo plano, algo semelhante ao que acontece no modo história de séries como Blazblue.

O interessante é que, mesmo assim, existe aqui um factor que a torna única: é que no próprio modo história são apresentados princípios básicos do estilo de combate em DOA, com cenas a explicar de forma bastante interactiva e intuitiva o funcionamento dos controles. Nunca cai na monotonia. No total este modo não deverá despender mais do que 3 horas, com cada capítulo a durar à volta de 30 minutos.

É ao longo deste modo que poderão desbloquear a grande maioria das personagens. São 25 no total, sendo que algumas fazem a sua aparição pela primeira vez na lista de personagens controláveis. Aparte do atractivo principal que é o modo Chronicle, existem os já familiares Survival, Arcade e Training.

Comentários (6)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!