Under Siege

O que é nacional é bom.

Versão testada: PlayStation 3

Após um longo período de espera, finalmente a Seed Studios está pronta para entregar a primeira obra para a PlayStation Network feita por um estúdio nacional. É o primeiro produto feito em Portugal a alcançar um estatuto deste nível e seria com bom agrado que ficasse aqui marcado um momento na história da indústria, pelo menos na panorâmica deste "pequeno" país. Isto porque nunca anteriormente um trabalho "nosso" teve tanta visibilidade a nível mundial e surgir num dos mais famosos e acessíveis serviços de distribuição digital revela ao mesmo tempo ambição e uma enorme sobriedade no tratar dos procedimentos.

Este tipo de serviços são o palco adequado para os pequenos estúdios e muitos já saltaram para o estrelato usando esta porta, esperamos que este seja mais um exemplo. Certo que envolto em orgulho nacional tudo poderia ficar remetido para um endeusar oco, mas o trabalho da Seed Studios não necessita de tais vaidades, tem todo um mérito em figurar-se como uma proposta interessante e é já de antemão, mesmo antes do lançamento, esse tal marco.

Foi no final de 2008 que ficámos a saber que a Seed estava a trabalhar no primeiro projecto inteiramente Português para a PlayStation 3 e as informações foram saindo a conta gotas. O jogo estava previsto ser lançado em 2009, tendo sido na altura adiado para 2010 sendo esperado em Dezembro. No entanto, só agora em 2011 é que o produto está finalizado e está prestes a ser disponibilizado e tendo em conta o que foi feito no entretanto, é difícil argumentar que Under Siege seria um produto tão interessante caso tivesse sido lançado antes. Isto porque consoante a consola da Sony que o alberga foi ganhando novas adições e potencialidades, também Under Siege cresceu e ganhou novas ferramentas para se tornar mais maduro e competente.

Mais sobre Under Siege

Assim sendo, partindo então para o jogo propriamente dito, Under Siege é um jogo de estratégia em tempo real mas com mecânicas mais comuns no género RPG que lhe conferem um tom distinto e peculiar. Ao contrário do que poderiam esperar num tradicional jogo de estratégia em tempo real, aqui não temos que criar edifícios e procurar matéria-prima para aumentar recursos, criar mais tropas, disponibilizar novas construções e melhorias de equipamento. Não. É aqui que a componente RPG entra e nos oferece um esquema diferente, combinando com belo efeito os dois géneros. Os jogadores vão entrar num mundo que frequentemente nos fez lembrar O Senhor dos Anéis de Tolkien, muito devido ao admirável trabalho de arte, e conhecer a ameaça de estranhas criaturas que assolam o reino. Os três protagonistas que lideram o leque de personagens que vamos conhecer são as figuras de destaque no modo história e a seu lado vamos conhecer este mundo de fantasia.

Assim que cumpridos os tradicionais tutoriais, estamos então prontos para colocar em prática o que aprendemos. Under Siege dá destaque à narrativa através de pequenas sequências desempenhadas por personagens em jeito de desenho. Tudo completamente em Português obviamente. Passando então para o jogo, é chegada a hora de escolher as nossas tropas e aqui temos o espelho de todo o trabalho empregue em criar um produto de raiz para uma consola e para ser acessível. Em menus extremamente simples de navegar, escolhemos o tipo de soldado que queremos, existem vários diferentes com diferentes habilidades que oferecem várias abordagens e manobras de acção, e podemos adicionar até um máximo possível no momento. Neste mesmo menu podemos ainda aumentar o nível de experiência da equipa de soldados criada sendo que cada equipa é composta por elementos de uma única classe.

Comentários (92)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!