Infinity Blade

O pai do pai do pai do pai do pai...

Versão testada: iPhone

A Apple Store é cada vez mais uma fonte de distribuição de videojogos por excelência, e o que antes era apenas "jogos para telemóvel", passou rapidamente a atrair produtoras de topo, que se dedicam às chamadas plataformas de última geração.

Não descorando este mercado, que cada vez mais conquista os jogadores portugueses, iremos começar a dar maior atenção ao mercado de jogos para os iPhones e iPod. Temos já efectuados diversas notícias e divulgando vídeos e imagens, mas faltavam as análise e nada melhor que começar com Infinity Blade. Um jogo que se dizia primeiramente em produção para o Kinect da Xbox 360, Infinity Blade saí assim de forma exclusiva para as plataforma da Apple, como o iPhone 3GS, iPhone 4, iPod touch de terceira e quarta geração, e iPad.

Infinity Blade é considerado como o melhor jogo para o iPhone, principalmente pelo seu aspecto gráfico e sonoro. O jogo foi criado pelos estúdios Chair Entertainment, a cuidado da Epic Games e usando o motor de jogo, Unreal Engine 3. Jogando principalmente no iPhone e iPod touch, com ecrãs mais pequenos, é quase impossível não ficar com o queixo caído perante tamanha qualidade gráfica. É claro que não é um jogo HD para a Xbox 360, PS3 e PC, mas em tudo parece um jogo fora do seu tempo, demonstrando o poder das plataformas Apple. No iPad ganha-se o espaço de manobra, de visibilidade e aumenta em muito a jogabilidade.

Mais sobre Infinity Blade

Em Inifity Blade somos um guerreiro de espada em riste para conquistar um castelo e o seu todo poderoso dono, o "God King". Passado pouco mais de trinta minutos já estava perante o último boss do jogo, e claro completamente decepcionado com a sua longevidade. "É apenas isto?" Questionei de imediato. Mas quando analiso o último boss, o "God King" e vejo que tem um nível cinquenta vezes superior ao meu, percebo de imediato que isto não seria tarefa fácil. Claro, morri com a esperança que algum meu descendente me possa vingar. Mas serei eu o primeiro guerreiro a tentar conquistar o castelo? Será uma das maiores questões que ficam por responder ao jogar Infinity Blade.

Após sermos vencidos na primeira batalha, iremos retornar ao início, mas 23 anos depois do embate do nosso pai. Estamos ali para vingar os nossos antepassados, e sabemos de antemão que não iremos conseguir, isto claro nas primeiras vezes que jogamos. É uma viagem para a morte, mas para assegurar o futuro. Por cada membro que morre, iniciamos com as mesmas armas, armaduras e dinheiro que o anterior possuía, e assim sucessivamente. Quando dermos por ela, já estamos a batalhar pelo pai, do nosso pai, do seu pai e de seu avô, ou trisavô e por aí adiante. O boss, esse malandro, é sempre o mesmo.

Comentários (5)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!