Star Wars: The Force Unleashed II

A Força podia ser mais forte.

Versão testada: Xbox 360

Apesar das suas críticas menos positivas, Star Wars: The Force Unleashed é um dos jogos que mais gostei nesta geração de consolas. O jogo tinha os seus defeitos, a jogabilidade e os inimigos não eram muito variadas, no entanto, era uma experiência de qualidade para qualquer fã de Star Wars, dando a oportunidade de controlar um Jedi (ao princípio era Sith) e todos os seus poderes. Mas isso não era o melhor, o melhor era realmente a história, ao jogar Star Wars: The Force Unleashed ficávamos a conhecer o que aconteceu entre os episódios III e IV.

Force Unleashed II não segue esse caminho, não dá a conhecer acontecimentos importantes entre o período temporal dos episódios III e IV, enquanto jogamos não sentimos aquela sensação de que estamos a conhecer mais um pedacinho da história de Star Wars, mas temos que perceber que essa não é a função desta sequela. O objectivo deste segundo jogo é dar continuidade à história de Starkiller, e devo dizer que cumpre a sua tarefa.

Quem tem acompanhado a produção desde o seu anúncio nos VGAs de 2009 já deve conhecer o que dá sustento a Force Unleashed. O Darth Vader tem mais um plano maléfico na manga, está a produzir em massa clones de Starkiller no planeta de Kamino (lembram-se do episódio II?). No entanto, os clones são assombrados pelas memórias do Starkiller original ficando confusos acerca da sua identidade. Um destes clones consegue escapar e começa uma jornada para ficar entender as memórias na sua mente.

Mais sobre Star Wars: The Force Unleashed II

Imediatamente após começarmos a jogar, a primeira coisa que percebemos é que o poder de Starkiller aumentou. Agora temos dois lightsabers o que resulta em movimentos mais rápidos e poderosos. Apesar disto, os controlos e jogabilidade são iguais ao Force Unleashed anterior. Starkiller continua a poder electrocutar os inimigos, consegue utilizar a força para mover objectos, ou seja, basicamente, não houve grandes alterações. Mas Starkiller não consegue utilizar todas estas habilidades no princípio, vai-se lembrando delas através de flashbacks à medida que formos progredindo. Um nova habilidade em Force Unleashed II é o mind trick, que permite invadir as mentes do nossos inimigos fazendo-os atacar os seus parceiros ou até suicidarem-se. Outra nova habilidade tem o nome de "Force Fury" e garante a Starkiller um aumento nos seus poderes durante tempo limitado.

A evolução das habilidades mudou ligeiramente, desta vez não vamos comprar novos ataques e combos. Existem 7 parâmetros para melhorarmos: "Saber", "Push", "Lightning", "Grip", "Mind Trick", "Saber Throw" e "Repulse". Qualquer um deles tem três níveis para evoluir. No caso do "Grip" e "Lightning" aumentar um nível significa que conseguimos atacar mais um inimigo que o norma, por exemplo, se tivermos o "Grip" em nível dois é possível levantar dois objectos de uma só vez.

À semelhança do título anterior, uma forma de ganhar experiência para melhorarmos as nossas habilidades é apanhar Jedi Holocrons. Os Jedi Holocrons vermelhos não nos dão experiência mas cristais para o nosso lightsaber. Estes cristais não só alteram a cor do lightsaber, acrescentam-lhe também power-ups. Como temos dois lightsabers é possível combinar dois cristais diferentes.

Para aqueles que completaram o primeiro Force Unleashed e viram os dois finais diferentes existe um bónus, os fatos "Ceremonial Jedi Robes" e "Sith Stalker Armor". Estes não são os únicos fatos alternativos disponíveis, existem muitos, podem até vestirem-se de Stormtrooper.

Comentários (21)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!